Buscar

São João da Cruz


Em 1580, enquanto João da Cruz estava em Beas de Segura atendendo espiritualmente à comunidade das Carmelitas Descalças, chegou a notícia de que, no seu convento de Baeza, todos os frades da comunidade estavam na cama.

Foi o ano de uma pandemia chamada "grande catarro" ou “catarro universal”, que provocou uma elevada mortalidade no mundo inteiro. Pensou-se primeiro que era uma gripe, mas investigações recentes apontam mais para uma epidemia de tosse convulsa. Teve a sua origem na Ásia, de onde avançou em direcção à Europa, chegando mesmo à América. Quase toda a Europa foi afetada e a doença atingiu a Espanha no mês de agosto, afectando ricos e pobres. Teresa de Jesus, já com 65 anos, também foi infectada em Valladolid. Catalina Álvarez, mãe de João da Cruz, não resistiu à doença, falecendo em Medina del Campo.

João da Cruz partiu logo para Baeza e teve que enfrentar esta situação extrema. Comprou carne de vaca que mandou cozinhar, ou que ele próprio cozinhou, pois também era cozinheiro. E foi de cela em cela encorajando os frades a comer. Aos poucos muitos iam recuperando. Recebeu ainda outros nove ou dez doentes do convento do Calvário e cuidou também deles.

Um dos doentes, que esteve quase a morrer, contou como, para além dos cuidados médicos e conselhos espirituais, João da Cruz contava-lhes piadas e anedotas. Dizia-lhes que, embora as anedotas fossem do mundo, não eram fúteis, mas para o bem deles, pois alegravam e aliviavam os doentes. Também os avisou que podiam fazer o mesmo sem escrúpulos.

Quando jovem e antes de entrar na Ordem do Carmo, João da Cruz tinha sido enfermeiro num dos hospitais de Medina del Campo e talvez houvesse visto e praticado então este tratamento de piadas e anedotas, que agora aplicava com os seus frades.

Assim foi Frei Sorriso: é o mesmo que veneramos como São João da Cruz. Um dos religiosos que viveu com ele em Segóvia diz que ele era afável e alegre e que não gostava de ver os seus frades tristes; nunca o viu melancólico ou com má cara. Também nunca o viu rir-se à vontade, mas em vez disso, o seu rosto mostrava uma alegria tranquila.


Segundo José Vicente Rodriguez, OCD, Rev. San Juan de la Cruz, nº 53-55, 2017-2018

© 2020 - Webmaster Pedro Tavares                                                                         E-mail: carmelosecular@carmelitas.pt

  • transferir
  • Black YouTube Icon
  • facebook-square