Novena a Nossa Senhora do Carmo

   7 a 15 de Julho de 2019

 

DIA 06

 INTRODUÇÃO

 

No dia 16 de julho, todos os carmelitas vão celebrar a solenidade de Nossa Senhora do Carmo. Maria, Mãe de Jesus, Mãe de Deus Menino, é também a Mãe do Carmelo e nossa Mãe. Pertence à tradição mariana do Carmelo esta relação filial de todos os irmãos e irmãs carmelitas com Maria, a Virgem Mãe. Esta novena oferece a oportunidade de nos sentirmos unidos na preparação da solenidade, aprofundando a nossa devoção, com a Palavra de Deus e o testemunho dos santos carmelitas. Maria viveu como nós as alegrias e os sofrimentos da vida. Qual melhor Mãe e companheira para descobrir e realizar o serviço de amor que Deus reservou para cada um de nós? 

Os tempos que vivemos não são fáceis. Enfrentamos muitos desafios na família, na sociedade e na Igreja. O documento Somos missão dos Conselhos gerais dos frades OCarm e OCD sublinha que «não podemos permanecer à margem destas realidades e estamos chamados a responder desde o nosso carisma carmelitano ». A mensagem do Papa Francisco sobre o Mês Missionário Extraordinário do próximo mês de outubro é o ponto de partida desta importante reflexão dos governos das duas Ordens carmelitas.

 

« “SOMOS missão porque somos o amor de Deus comunicado, somos santidade de Deus criada à Sua própria imagem”. A missão não é principalmente o que fazemos, mas o que somos. Essencialmente é uma questão de ser mais do que fazer. Flui do nosso encontro pessoal com Jesus Cristo, que nos chama a estar com Ele e a acompanhá-Lo na sua missão no mundo. Só desde a nossa intimidade com Jesus Cristo, descobrindo que nos ama incondicionalmente, poderemos crescer numa conversão contínua e ser missão no nosso mundo. Visto desta maneira, o nosso chamamento a ser missão tem lugar aonde vivemos, quando damos testemunho de amor na nossa comunidade, família, paróquia e aos que nos rodeiam».

 

Estamos a encerrar o ano pastoral e prestes a preparar o do próximo ano, iniciando-se precisamente no Mês Missionário Extraordinário. Nossa Senhora do Carmo, a Mãe de Jesus e nossa Mãe, nos ajude a interiorizar e compreender os sinais dos nossos tempos numa “Igreja em saída”!

1º Dia

(7 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

 

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«Ten­do chegado ao Horeb, Elias pas­sou a noite numa caverna, onde lhe foi di­rigida a palavra do Senhor: «Que fazes aí, Elias?» Ele respondeu: «Es­tou a arder de zelo pelo Senhor, o Deus do uni­verso, porque os filhos de Israel aban­­donaram a tua aliança… O Senhor disse-lhe então: «Sai e mantém-te neste monte, na presença do Senhor; eis que o Senhor vai passar.» Nesse momento, passou diante do Senhor um vento impetuoso e violento,… mas o Senhor não se encontrava no vento…. Passou o tremor de terra e ateou‑se um fogo; mas nem no fogo se encontrava o Senhor. Depois do fogo, ouviu-se o murmúrio de uma brisa suave. Ao ouvi-lo, Elias cobriu o rosto com um manto, saiu e pôs-se à entrada da caverna.»

I Rs 19, 9-13

 

Leitura dos nossos santos

O mundo está a arder! … Querem deitar por terra a Sua Igreja… Não olheis para os nossos pecados, mas para os méritos do Vosso Sacratíssimo Filho que nos remiu, e os da Sua gloriosa Mãe, e os de tantos santos e mártires que morreram por Vós!... Tende compaixão das muitas almas que se perdem, e favorecei a Vossa Igreja! Não permitais, Senhor, mais estragos na Cristandade. Iluminai estas trevas!

S. Teresa de Jesus, Caminho de Perfeição, 4 e 3

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

2º Dia

(8 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«O anjo disse a Maria: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo.… não temas, pois achaste graça diante de Deus… Hás de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Será grande e vai chamar-se Filho do Altíssimo….». Maria disse ao anjo: «Como será isso, se eu não conheço homem?» O anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo estenderá sobre ti a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer é Santo e será chamado Filho de Deus…. ». Maria disse, então: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.» E o anjo retirou-se de junto dela.»

                                                                                                                                                                                            Lc, 1, 28-38

 

Leitura dos nossos santos

Deus, para se enamorar da alma, não olha à sua grandeza, mas à grandeza da sua humildade.

São João da Cruz, Ditos de Luz e Amor, 102

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

3º Dia

(9 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

 

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador. Porque pôs os olhos na humildade da sua serva. De hoje em diante, me chamarão bem-aventurada todas as gerações. O Todo-poderoso fez em mim maravilhas. Santo é o seu nome. A sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem. Manifestou o poder do seu braço e dispersou os soberbos. Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. Aos famintos encheu de bens e aos ricos despediu de mãos vazias. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, como tinha prometido a nossos pais, a Abraão e à sua descendência, para sempre.»                                                                       

Lc 1, 46-55

 

Leitura dos nossos santos

Não julgueis, minhas irmãs e amigas, que são muitas coisas que tenho para vos encarregar… Alongar-me-ei tão-somente a declarar três, que estão nas próprias Constituições, porque é de suma importância que entendamos o quanto nos convém guardá-las para alcançarmos, interior e exteriormente, a paz que o Senhor tanto nos recomendou. A primeira é o amor de umas para com as outras. A segunda é o desapego das coisas criadas. A terceira é a verdadeira humildade que, apesar de ser a última, é a principal e abrange-as a todas.

S. Teresa de Jesus, Caminho de Perfeição, 4, 4.

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

4º Dia

(10 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, pela festa da Páscoa. Quando Ele chegou aos doze anos, subiram até lá, segundo o costume da festa. Terminados esses dias, regressaram a casa e o menino ficou em Jerusalém…. Três dias depois, encontraram-no no templo, sentado entre os doutores, a ouvi-los e a fazer-lhes perguntas. Todos quantos o ouviam, estavam estupefactos com a sua inteligência e as suas respostas. Ao vê-lo, ficaram assombrados e sua mãe disse-lhe: «Filho, porque nos fizeste isto? Olha que teu pai e eu andávamos aflitos à tua procura!» Ele respondeu-lhes: «Porque me procuráveis? Não sabíeis que devia estar em casa de meu Pai?» Mas eles não compreenderam as palavras que lhes disse. Depois desceu com eles, voltou para Nazaré e era-lhes submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. E Jesus crescia em sabedoria, em estatura e em graça, diante de Deus e dos homens.»

                                                                                                                                                                            Lc 2, 41-52

Leitura dos nossos santos

Para que um sermão sobre a SSma Virgem me dê gosto e proveito, é necessário que eu veja a sua vida real, não a sua vida imaginada; e tenho a certeza que a sua vida real devia ser extremamente simples. Apresentam‑na inacessível; deviam mostrá-la imitável, fazer sobressair as suas virtudes, dizer que vivia da fé como nós, apresentar disso provas pelo Evangelho onde lemos: «Eles não entenderam o que lhes disse.»

S. Teresa do Menino Jesus, Caderno Amarelo, 21.8.3

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

5º Dia

(11 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«Celebrava-se uma boda em Caná da Galileia e a mãe de Jesus estava lá. Jesus e os seus discípulos também foram convidados para a boda. Como viesse a faltar o vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: «Não têm vinho». Jesus respondeu-lhe: «Mulher, que tem isso a ver contigo e comigo? Ainda não chegou a minha hora.» Sua mãe disse aos serventes: «Fazei o que Ele vos disser».                                                                                     Jo 2, 2-5

 

Leitura dos nossos santos

A alma só trata de apresentar ao Amado as suas necessidades e penas, porque quem ama discretamente não se preocupa em pedir o que carece e deseja, antes apresenta as suas necessidades para que o Amado faça como for servido. Foi assim que procedeu a Virgem bendita com o seu amado Filho nas bodas de Caná da Galileia: diretamente não lhe pediu o vinho, mas disse apenas: «Não têm vinho».

S. João da Cruz, Cântico Espiritual, 2, 8

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

6º Dia

(12 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

 

«Enquanto Jesus falava, uma mulher, levantando a voz do meio da multidão, disse: «Felizes as entranhas que te trouxeram e os seios que te amamentaram!» Ele, porém, retorquiu: «Felizes, antes, os que escutam a Palavra de Deus e a põem em prática.»                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  Lc 11, 27-28

 

Leitura dos nossos santos

”Se conhecesses o dom de Deus...” Há uma criatura que conheceu esse dom de Deus, uma criatura que não perdeu sequer uma parcela dele, uma criatura que foi tão pura, tão luminosa, que parece ser a própria Luz… Uma criatura cuja vida foi tão simples, tão perdida em Deus, que quase nada se pode dizer dela.

 “Virgo fidelis”: é a Virgem fiel, “aquela que guardava todas as coisas no seu coração”…  O Pai…quis que fosse a Mãe, no tempo, d’Aquele de quem Ele é o Pai na eternidade…. E, pela descida do Verbo nela, Maria ficou para sempre a cativa de Deus.

S. Isabel da Trindade, O Céu na Terra, 39

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

7º Dia

(13 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«Jesus entrou numa aldeia. E uma mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Tinha ela uma irmã, chamada Maria, a qual, sentada aos pés do Senhor, escutava a sua palavra. Marta, porém, andava atarefada com muitos serviços; e, aproximando-se, disse: «Senhor, não te preocupa que a minha irmã me deixe sozinha a servir? Diz-lhe, pois, que me venha ajudar.» O Senhor respondeu-lhe: «Marta, Marta, andas inquieta e perturbada com muitas coisas; mas uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          Lc 10, 38-42

 

Leitura dos nossos santos

Acreditai-me que Marta e Maria devem andar sempre juntas para hospedar o Senhor, recebendo-o como deve ser, isto é, fazer-lhe companhia e dar-lhe de comer. Sentada sempre a Seus pés, como é que Maria lhe poderia dar de comer se não fosse ajudada pela sua irmã?

           S. Teresa de Jesus, 7 Moradas, 4, 12

 

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

8º Dia

(14 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

 

Flos  Carmeli

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«Junto à cruz de Jesus estavam, de pé, sua mãe e a irmã da sua mãe, Maria, a mulher de Cleófas, e Maria Madalena. Então, Jesus, ao ver ali ao pé a sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu filho!» Depois, disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!» E, desde aquela hora, o discípulo acolheu-a como sua.»                                                                                                                                                                                                                    Jo 19, 25-27

 

Leitura dos nossos santos

Ela aí está, junto da Cruz, de pé, forte e corajosa e eis o meu mestre que me diz: « Eis a tua Mãe », Ele dá-ma por Mãe…E agora que Ele voltou para o Pai, que me pôs a substituí-lo em seu lugar na Cruz para que “sofra no meu corpo o que falta à sua paixão, por este seu corpo, que é a Igreja”, a Virgem aí está ainda para me ensinar a sofrer como Ele, para me dizer, para me fazer ouvir os últimos cânticos da Sua alma em que, a não ser ela, sua Mãe, ninguém mais pôde reparar.

S. Isabel da Trindade, Último Retiro, 41

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalços


 

9º Dia

(15 de julho)

 

Em nome do Pai….

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis

e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.   

Glória…

Flos  Carmeli

 

Flor do Carmelo,

vinha florida,

esplendor do céu,

Oh! Mãe, Virgem singular,

Doce Mãe sempre Virgem.
Aos Carmelitas dai privilégio,

Estrela do Mar.

 

Flos Carmeli,

Vitis florigera,

Splendor Coeli,

Virgo puerpera singularis.

Mater mitis, sed viri nescia,

Carmelitis esto propitia,

Stella maris

 

 

Oração inicial

No silêncio foi concebida em Maria a Palavra do Pai. Sob o manto de Maria que convida ao silêncio, meditemos a palavra de Deus. Tal e qual como fez a Mãe de Jesus. O que me dizem hoje estas palavras para a minha vida de cada dia? Na família, na comunidade, no trabalho, no lazer…, em todos os lugares onde me possa encontrar. Aí está a minha missão.

 

Depois da meditação de cada dia, reza-se uma dezena.

Avé Maria …

 Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

 

Leitura bíblica

«O amor é paciente, o amor é prestável, não é invejoso, não é arrogante nem orgulhoso, nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita nem guarda ressentimento. Não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais passará. As profecias terão o seu fim, o dom das línguas terminará e a ciência vai ser inútil. Pois o nosso conhecimento é imperfeito e também imperfeita é a nossa profecia. Mas, quando vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá …. Agora, conheço de modo imperfeito; depois, conhecerei como sou conhecido. Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor; mas a maior de todas é o amor.                                                                                                                                                                                                                                                            I Cor 13, 4-13

 

Leitura dos nossos santos

A caridade deu-me a chave da minha vocação. Compreendi que se a Igreja tinha um corpo composto de diversos membros, o mais necessário, o mais nobre de todos não lhe faltava: compreendi que a Igreja tinha um coração, e que esse coração estava ardendo de amor. Compreendi que só o Amor fazia agir os membros da Igreja… Compreendi que o Amor encerra todas as vocações, que o Amor é tudo, que abarca todos os tempos e todos os lugares… numa palavra, que é Eterno!... Ó Jesus, meu Amor! encontrei finalmente a minha vocação: a minha vocação é o Amor…. No coração da Igreja, minha Mãe, eu serei o Amor… Assim serei tudo… assim o meu sonho será realizado!!!...

S. Teresa do Menino Jesus, Ms B, 3ºv

 

Oração final

 

Mãe querida,

nós vos pedimos que continueis a lançar o vosso olhar propício

sobre o Carmo, sobre a Igreja e sobre a humanidade.

Cobri-nos com o manto da vossa proteção e

fortalecei-nos na peregrinação da fé.

Sede a força suave da nossa fragilidade e ensinai-nos

a docilidade perfeita ao toque delicado do Espírito.

Ensinai-nos a vossa maneira de amar,

de servir e guardar no coração as coisas de Jesus.

Queremos permanecer convosco na escuta da Palavra

e construir como vós a nossa vida segundo a vontade do Pai.

Pedimos, ó Mãe, que nos dês o vosso silêncio,

aquele silêncio pelo qual em vós habitou e foi fecunda a Palavra,

a fim de que semeemos a esperança nas nossas famílias

e nossas comunidades  e levemos ao mundo a luz de Jesus.

Adornai a nossa alma com as vossas graças e virtudes,

para que sejamos semelhantes a vosso Filho,

que nos chama a construir o céu na terra e a antecipar no tempo as belezas,

grandezas e tesouros que vós, ó Senhora do Carmo,

contemplais e viveis para sempre na glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

 

Oração do Frei Fernando Millán, Prior Geral dos Carmelitas

e do Frei Savério Canistrà, Prepósito Geral dos Carmelitas Descalço

 

© 2019 - Orgulhosamente criado para OCDS. Webmaster Pedro Tavares

  • transferir
  • Black YouTube Icon
  • facebook-square